Tag Archives: Publicidade

Artigo Científico

Realidade Virtual Imersiva: fundamentos, características e perspectivas de aplicação na comunicação publicitária

Autor: Eduardo Zilles Borba, Marcelo Knorich Zuffo & Francisco Mesquita
Modalidade: Artigo Científico em Congresso Internacional (SOPCOM 2015)
Local: Universidade de Coimbra (Portugal)

Resumo: Na atualidade é presenciado um grande interesse da comunidade científica e do mercado corporativo no desenvolvimento de aplicativos de realidade virtual imersiva baseados em equipamentos de head-mounted display (HMD) – Oculus Rift, Samsung Gear VR, Google 3D Cardboard. Seja para realizar treinamentos perigosos de serem conduzidos no mundo real ou, simplesmente, para promover produtos com potenciais consumidores, estes mecanismos de interação homem-máquina são responsáveis por fundirem o real com o virtual.

Diante da variedade de aplicações da realidade virtual junto à sociedade, o artigo discute seu uso no contexto publicitário. Assim, mais do que explicar os fundamentos da comunicação mediada por HMDs (Kerkchove, 1995; Slater et al. 2001; Zuffo et al. 2012), são debatidas práticas do mercado publicitário neste campo emergente da comunicação digital com base em impressões extraídas de observações exploratórias a campanhas publicitárias.

ARTIGO COMPLETO
APRESENTAÇÃO
Artigo Científico

Tecnologias e dispositivos imersivos: captação, integração, percepção e ação no contexto publicitário

Autor: Eduardo Zilles Borba, Francisco Mesquita e Marcelo Zuffo
Modalidade: Artigo científico em congresso internacional (14° Encontro Internacional de Arte e Tecnologia #14.ART)
Local: Universidade de Aveiro (Portugal)

Resumo: Este artigo faz uma reflexão sobre as experiências do indivíduo que visualiza anúncios publicitários espalhados por espaços (urbanos) simulados em diferentes contextos de realidade virtual imersiva. Neste sentido, além de se preocupar com o estudo da visibilidade, clareza e impacto das mensagens publicitárias afixadas nas cidades virtuais que imitam suas versões reais (cor, contraste, tipografia, escala, etc.), o ensaio lança um olhar crítico aos possíveis efeitos de imersão proporcionados por dispositivos tecnológicos com diferentes características: um head-mounted display (Oculus Rift), um sistema em CAVE (Caverna Digital da USP) e um ecrã tradicional (personal computer). Para a realização desta reflexão os autores criaram um ambiente tridimensional que simula espaços urbanos propícios para a afixação de cartazes publicitários, através do qual o utilizador navega na perspectiva da 1ª pessoa e movimenta sua cabeça (e olhar) para as direções que bem entender. Em suma, com este exercício empírico pretende-se realizar dois objetivos: a) compreender os fatores estéticos e/ou narrativos que levam um sujeito a dar atenção a um cartaz publicitário afixado em simulações virtuais de cidades reais; e b) verificar se os efeitos de imersão produzidos por diferentes modelos de realidade virtual são benéficos ou prejudiciais à percepção da presença de mensagens publicitárias no contexto em que se está inserido.

ARTIGO COMPLETO
Artigo em Revista Científica

Percepção visual em mundos virtuais. Consumindo mensagens publicitárias através dos olhos do avatar

Autor: Eduardo Zilles Borba
Modalidade: Artigo revista e/ou jornal científico (Revista Rizoma)
Local: Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC)

Resumo: Assumir uma personalidade, controlar suas ações e executar tarefas são características intrinsecamente ligadas aos mundos virtuais, como, por exemplo: os metaversos e os videojogos. Considerando esse pensamento e, também, reconhecendo o avanço tecnológico de cenários imaginários, este artigo surge como uma discussão reflexiva acerca da percepção visual que temos de anúncios publicitários inseridos em mundos virtuais, acompanhada de estudo qualitativo com base nos dados coletados através de observações exploratórias no universo dos bits: Second Life (metaverso) e Pro Evolution Soccer (videojogo). Assim, lança-se um olhar crítico à presença da publicidade em espaços simuladores, a fim de compreender o modo que o nosso olho postiço consome mensagens publicitárias.

ARTIGO COMPLETO
Artigo Científico

Outdoor personalizado: uma nomenclatura para a mídia exterior adaptada aos espaços arquitetônicos urbanos

Autor: Eduardo Zilles Borba, Francisco Mesquita e Fernanda Viana
Modalidade: Artigo Científico em Congresso Internacional (IX Congresso Lusocom 2011)
Local: Universidade Paulista (UNIP, Brasil)

Resumo: os centros urbanos das cidades mais desenvolvidas têm sido caracterizados pela presença de cartazes de rua gigantescos que modelam-se a estruturas arquitetônicas no espaço público, criando imensa visibilidade para marcas. Esta publicidade exterior que é pensada, desenhada, produzidas e afixada em espaços ímpares (empenas, gavetos, etc.) é o foco da nossa discussão. Tratam-se de imagens possíveis devido a dois fatores que fundamentam seu crescimento: introdução da impressão digital de grande forma e respectivos suportes e a mobilidade das pessoas. Por haver inúmeras nomenclaturas utilizadas para descrever esta mídia (pelas produtoras de publicidade e pesquisadores) propomo-nos a identificar as nomeações que o mercado e a academia lhe tacham e a discutir suas características peculiares, confrontando-as com o outdoor tradicional para, assim, apontar uma nomenclatura adequada que possa uniformizar o objeto.

ARTIGO COMPLETO
APRESENTAÇÃO